O que é FGC? Quais as garantias?

Muitos investidores buscam conhecer o que é FGC, principalmente para saber o que fazer caso a instituição financeira quebre. Basicamente, o Fundo Garantidor de Crédito protege o patrimônio dos clientes que investem valores a partir de R $250 mil. 

De maneira geral, para responder o que é FGC, basta compreender que não se trata de um banco ou órgão do governo. Tecnicamente, trata-se de uma entidade privada, sem nenhum fim lucrativo.

o que é fgc

O que é FGC Fundo Garantidor de Crédito? Saiba os detalhes: https://www.meuportalfinanceiro.com.br/o-que-e-fgc-fundo-garantidor-de-credito/

Veja mais sobre a seguir! 

O que é FGC?

O Fundo de Garantidor de Crédito é mantido pelas instituições financeiras através de contribuições mensais de 0,0125%. Esse valor é garantido sobre todo o dinheiro que foi aplicado pelos investidores. 

Vale ressaltar que todas as contribuições feitas em o que é FGC partem diretamente da instituição financeira. Além disso, não existe nenhum tipo de cobrança direta feita ao investidor para que ele tenha acesso a essa proteção. 

Mas saber como funciona o que é FGC é essencial, principalmente para saber o que fazer caso a instituição financeira “quebre”. Basicamente, esse fundo protege o patrimônio dos clientes que tiverem valores investidos a partir de R $250 mil. 

Quais são as principais funções do FGC?

Mesmo que as contribuições sejam feitas diretamente pela instituição financeira, o dinheiro é mantido e serve para as seguintes situações:

  1. Proteção dos correntistas e investidores no âmbito de sistemas financeiros, desde que o investidor siga o limite estabelecido pela instituição;
  2. O dinheiro serve para a manutenção da estabilidade do Sistema Financeiro Nacional;
  3. Também contribui para a prevenção de uma possível crise bancária no sistema.

Como funciona o FGC?

Para compreender o que é FGC, os investidores também devem saber como ele funciona. Basicamente, este fundo garante a proteção nos casos de “intervenção e liquidação extrajudicial”. 

Resumidamente, isso significa que, caso o banco quebre, os clientes que tiverem um limite de investimento na instituição não perdem seu patrimônio. O valor que será devolvido é de até R $250 mil. 

Então, as instituições que investem no FGC, também protegem o patrimônio de seus investidores. 

Uma outra função do FGC é a prevenção de possíveis emergências no sistema bancário de uma instituição financeira. Basicamente, a partir dele, está garantido que o sistema funcionará com estabilidade. 

Quais são as garantias do FGC?

Antes de mais nada, saiba que o que é FGC não vai cobrir todos os tipos de investimentos realizados pela instituição. 

Basicamente, existem garantias de produtos feitas por esse fundo, são elas:

  • Depósitos feitos em sua conta poupança;
  • Depósitos feitos com valores a vista ou sacáveis;
  • Os depósitos que foram feitos a prazo;
  • Os dispositivos que foram mantidos em uma conta sem movimentação;
  • LC;
  • LCA;
  • LCI;
  • LH;
  • As operações que são compromissadas.
o que é fgc

O que não é garantido pelo FGC?

Agora que você compreende um pouco mais sobre o que é FGC, saiba que nem tudo está garantido por esse fundo. Basicamente, as seguintes operações não são cobertas: 

  • Os depósitos, empréstimos ou qualquer levantamento de dinheiro que foi feito no exterior;
  • As operações que tem ligação com um programa de interesse governamental;
  • Os depósitos que tem relação judicial;
  • Todos os documentos que tenham relação com uma cláusula de subordinação, seja ou não autorizados pelo Banco Central do Brasil;
  • LIG;
  • LI;
  • Algumas modalidades de crédito.

Ainda, o Tesouro Direto também não é assegurado pelo FGC, pois o seu título é público. Além disso, esse é um dos investimentos mais seguros do mercado. Portanto, não há necessidade de ser assegurado pelo FGC.

Quem financia o FGC?

De maneira geral, nenhum investidor precisa financiar o FGC, já que a operação é feita integralmente pela instituição financeira. Os depósitos referentes a esse fundo equivalem a 0,01% do valor total investido. 

Portanto, todo o patrimônio do FGC é financiado diretamente pela instituição financeira. 

Quais instituições têm relação com o FGC?

Resumidamente, todas as instituições financeiras têm relação com o patrimônio conquistado pelo FGC. Mas é possível encontrar a lista completa facilmente pela internet, basta fazer uma rápida busca.

Por outro lado, é fundamental descobrir quais instituições não têm nenhuma relação com o FGC, são elas:

  • Clube de Investimento;
  • Entidade de Previdência Complementar;
  • Fundos de Investimentos (aqueles que não tem relação alguma do com FGC);
  • Seguradora;
  • Sociedade de Capitalização.

Vale destacar que as cooperativas de crédito também não possuem nenhuma relação direta com esse fundo. Mas existem programas que garantem o mesmo que o FGC. 

Quais são os limites do FGC?

Para compreender o que é FGC, você deve ter em mente que o limite atual do mesmo é de R $250 mil. Inclusive, esse limite é válido tanto para o CPF quanto para CNPJ, sejam investidores residentes ou não residentes.

Portanto, se o banco quebrar, o investidor tem acesso a até R $250 mil dos valores investidos. Se forem contas conjuntas, o limite continua sendo o mesmo, mesmo que vocÊ tenha mais de um CPF vinculado a ela. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *